terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Elementos de Construção do Texto e seu Gênero!

Gênero do Texto

=> Textos literário e não literário

Os diferentes tipos de textos devem-se, principalmente, às diferenças de finalidade/função e ao público destinatário de cada um deles.

Fique atento: as funções da linguagem ajudam a diferenciar um texto literário de um texto não literário.

Para perceber se um texto é ou não literário, é preciso analisar sua função predominante, isto é, qual é seu objetivo principal. Se este for informar algo de modo objetivo, de acordo com os conhecimentos que se tem da realidade exterior, ou se tiver um compromisso com a verdade científica, o texto não é literário, mesmo que, ao elaborar a linguagem, seu autor tenha feito uso de figuras de estilo, utilizado recursos estilísticos de expressão. O texto literário trata de um assunto/problema concreto da realidade. A função predominante neste tipo de texto é a referencial.

Já o texto literário não tem essa função nem esse compromisso com a realidade exterior: é expressão da realidade interior e subjetiva de seu autor. São textos escritos para entreter, emocionar e sensibilizar o leitor; por isso muitas vezes utilizam a linguagem poética. Esse tipo de texto cria uma história ficcional a partir de dados da realidade. A função emotiva e a poética predominam no texto literário.
São esses os critérios que devemos considerar ao analisar e classificar um texto em literário ou em não literário.

Exemplos de textos não literários: notícias e reportagens jornalísticas, textos de livros didáticos, textos científicos em geral, manuais de instrução, receitas culinárias, bulas de remédio, cartas comerciais etc.

Exemplos de textos literários: poemas, romances literários, contos, novelas, letras de música, peças de teatro, crônicas etc.

Perceba que existem publicações que veiculam textos dos dois tipos. Os jornais e as revistas, por exemplo, que, além de notícias e reportagens, contêm fotos, desenhos, charges, passatempos, receitas, resenhas, sinopses, resumos, poemas, crônicas, editoriais etc.

=> Texto Argumentativo

É o texto em que defendemos uma idéia, opinião ou ponto de vista, uma tese, procurando (por todos os meios) fazer com que nosso ouvinte/leitor aceite-a, creia nela.
Num texto argumentativo, distinguem-se três componentes: a tese, os argumentos e as estratégias argumentativas.
 
=> Texto Narrativo

Um texto narrativo e um tipo de texto em que tem personagens, tempo, lugar, ação e narrador. E apresenta uma sequência lógica(introduçao/desenvolvimento/conclu…
Pode aparecer escrito em verso ou em prosa.
 
=> Texto Descritivo

No texto descritivo, por isso, os tipos de verbos mais adequados (mais comuns) são os VERBOS DE LIGAÇÃO (SER, ESTAR, PERMANECER, FICAR, CONTINUAR, TER, PARECER, etc.), pois esses tipos de verbos ligam as características - representadas linguisticamente pelos ADJETIVOS - aos seres caracterizados - representados pelos SUBSTANTIVOS. 

Ex. O pássaro é azul . 1-Caractarizado: pássaro / 2-Caracterizador ou característica: azul / O verbo que liga 1 com 2 : é

Num texto descritivo podem ocorrer tanto caracterizações objetivas (físicas, concretas), quanto subjetivas (aquelas que dependem do ponto de vista de quem descreve e que se referem às características não-físicas do caracterizado). Ex.: Paulo está pálido (caracterização objetiva), mas lindo! (carcterização subjetiva).

4 comentários:

  1. um texto, pode ser considerado de 2 tipos diferentes?

    Um exemplo:
    O menino sentou sob a árvore, que era linda e grande e não ficou de pé, como havia dito meu primo.

    Nesse caso o texto é, ao meu ver, literário, descritivo, narrativo e argumentativo.

    Existe essa opção?

    Lorranemachado21@gmail.com

    ResponderExcluir
  2. nesse caso acima não seria apenas descritivo-narrativo?

    ResponderExcluir
  3. Obrigada pelo texto, também estou estudando e ele me foi muito útil.

    ResponderExcluir